Parceria com Clube das Mães Unidas garante 500 vagas em cursos profissionalizantes

Parceria com Clube das Mães Unidas garante 500 vagas em cursos profissionalizantes

Na manhã desta sexta-feira (13), o prefeito Marcelo Belinati e a secretária municipal de Assistência Social, Jacqueline Micali, assinaram a ampliação do Termo de Colaboração com a Organização da Sociedade Civil (OSC) Clube das Mães Unidas. Isso possibilitará a oferta do dobro de vagas nos cursos profissionalizantes da instituição e uma aplicação de quase três vezes mais recursos por parte da Prefeitura de Londrina. O anúncio foi feito na sede da OSC, que fica na Rua Roseiral, 77, no Jardim Interlagos (zona leste).

Parceria com Clube das Mães Unidas garante 500 vagas em cursos profissionalizantes
Foto: Vivian Honorato / NCom

Agora, a instituição poderá oferecer 500 vagas mensais nos 25 cursos profissionalizantes gratuitos e receberá R$ 721 mil por ano por parte da Prefeitura de Londrina. Antes da ampliação, a instituição conseguia ofertar 250 vagas mensais e recebia o equivalente a R$ 224 mil anualmente, ou seja, houve um aumento de 15% no valor unitário das vagas. “A ampliação de vagas e o aumento no valor repassado só foram possíveis porque o prefeito Marcelo Belinati aumentou em quase 70% do orçamento da Assistência Social. Cada vez que algo assim acontece é um momento muito contente para nós, porque é isso que dá autonomia para a população e faz com que ela se sinta digna”, disse a secretária municipal de Assistência Social, Jacqueline Micali.

Parceria com Clube das Mães Unidas garante 500 vagas em cursos profissionalizantes
Foto: Vivian Honorato / NCom

Entre os cursos de qualificação desenvolvidos pelo Clube das Mães Unidas há o de cuidador de idoso, padaria, confeitaria básica, decoração de bolos, salgados, doces personalizados, cozinha funcional, de massas, marmitaria, pães artesanais, cabelereiro, barbeiro, alongamento de cílios, unhas em gel, manicure, pedicure, depilação, massagem relaxante, costura doméstica (corte e costura), costura industrial, informática básica e avançada, e outros. Todos são oferecidos gratuitamente para a população.

Segundo o prefeito Marcelo Belinati, todos os dias são divulgadas centenas de vagas de emprego em Londrina e o que se percebe é a falta de qualificação profissional que os empregadores precisam. “Esse é nosso objetivo com as parcerias como o Clube das Mães Unidas, seja na área de tecnologia de informação, de beleza, de panificação e tantas outras, porque queremos que as mulheres tenham qualificação profissional e isso possibilite a elas uma vaga no mercado de trabalho e geração de renda”, explicou Marcelo.

Parceria com Clube das Mães Unidas garante 500 vagas em cursos profissionalizantes
Foto: Vivian Honorato / NCom

A organização existe há 41 anos em Londrina e conta com o apoio financeiro da Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) a cerca de há 15 anos. “O convênio com a Prefeitura cobre quase todo o valor de custo que temos e o que falta nós vamos atrás dos empresários, de convênios, fazemos promoções e outras ações. Já estamos conversando com outras pessoas para trazermos outros cursos para cá, então, além de incrementarmos ainda mais os cursos que já temos, vamos trazer cursos novos nas áreas de informática, beleza e de instalações elétricas residenciais”, contou o presidente da OSC Clube das Mães Unidas, Carlos Alberto Souza e Silva.

Parceria com Clube das Mães Unidas garante 500 vagas em cursos profissionalizantes
Foto: Vivian Honorato / NCom

Silva também disse que muitas pessoas conseguem mudar de vida depois de se tornarem profissionais especializados com as qualificações recebidas gratuitamente. Assim, muitos acabam voltando à instituição para dar aulas de graça. Uma boa parte dos cabeleireiros e padeiros da nossa cidade saíram daqui e temos casos em que algumas pessoas voltaram para dar aulas em forma de agradecimento. Em um curso de mesa posta, por exemplo, uma aluna e a mãe dela mudarem de vida e, ano passado, a filha voltou para dar aulas gratuitas e esse ano já está marcada para dar o curso novamente. Isso é muito gratificante para nós”, disse o presidente do clube.

As alunas Andreia Gonçalves Paixão e Alineide Nunes são exemplos de pessoas que estão mudando de vida através da qualificação profissional. Andreia, por exemplo, estava desempregada durante a pandemia de Covid-19 e, com os estudos na área da beleza, ela conseguiu se formar e ajudar a incrementar a renda mensal da família. “Foi muito bom ter feito os cursos de depilação, design de sobrancelha e de manicure, porque eu estava desempregada e, com eles, eu consegui ter uma renda e estou podendo ajudar em casa. Agora, a pretensão é fazer bastante coisinhas, como reparos e consertos de roupa. Se tiver mais oportunidades, com certeza estarei aqui”, contou.

Parceria com Clube das Mães Unidas garante 500 vagas em cursos profissionalizantes
Aluna Andreia Gonçalves Paixão. Foto: Vivian Honorato/Ncom

Já a copeira Alineide Nunes está finalizando as aulas de manicure e já começou a atuar no ramo da beleza. Assim como Andreia, ela espera continuar estudando e aprender a fazer alongamento de cílios. “Eu já estou atendendo na minha casa, a minha vizinhança. Isso é bom porque a gente vai aprendendo mais ainda e já começa a ganhar nosso dinheirinho. Atualmente, trabalho no hospital, mas como tenho um filho especial, que é autista, quero ter mais tempo com ele, por isso que estou fazendo o curso. Futuramente, pretendo sair do meu trabalho e com essa renda de manicure vai dar tempo para ficar mais com meu filho”, falou a cursista.

Parceria com Clube das Mães Unidas garante 500 vagas em cursos profissionalizantes
Foto: Vivian Honorato / NCom

O deputado estadual Guto Silva esteve na solenidade e parabenizou o prefeito pelo aumento no valor do repasse, que possibilitará a ampliação da prestação dos serviços por meio da OSC Clube das Mães Unidas. “A capacitação para o mercado é muito importante, porque, muitas vezes, a gente olha as notícias e vê que tem emprego, mas quando chega na hora da entrevista o candidato não tem experiência e qualificação. Então, o que a instituição faz aqui é aproximar o mercado de trabalho da realidade, porque as empresas não têm tempo para formar os profissionais e isso é um custo para elas também”, afirmou Guto Silva.

Além dos cursos profissionalizantes, a OSC Cube das Mães Unidas é responsável por um serviço de fortalecimento de vínculos, que atende 80 crianças e adolescentes de 7 a 13 anos, com atividades no contraturno. Os jovens participam de aulas de música, informática, yoga e outras, durante o período matutino e vespertino. Os interessados em saber mais sobre os trabalhos e cursos desenvolvidos pela instituição podem acessar o site https://clubedasmaesunidas.org.br/.

Além das autoridades já mencionadas, estiveram presentes a fundadora da OSC Clube das Mães Unidas, Inês Vidotti; os vereadores Matheus Thum e Eduardo Tominaga; representante distrital do Rotary Internacional, José Machado Botelho; o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado; e os presidentes da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU), Marcelo Cortez e do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (Codel), Bruno Ubiratan, entre outros.

Etiquetas

assistência social capacitação Cube das Mães Unidas cursos profissionalizantes qualificação Secretaria Municipal de Assistência Social

Fonte: Prefeitura de Londrina