Petrobras destaca avanços em redução de emissões nos campos do pré-sal na OTC 2022

Petrobras destaca avanços em redução de emissões nos campos do pré-sal na OTC 2022

Campos de Tupi e Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, estão entre que produzem com menos emissões de CO2 no mundo

Os campos do pré-sal estão entre os que produzem com menos emissões de CO2 no mundo. A emissão média de CO2 equivalente por barril produzido na indústria mundial é 70% maior do que a emissão no pré-sal – 17kg de CO2 por barril produzido no mundo contra 10 kg por boe no pré-sal (campos de Tupi e Búzios). Esse resultado é reflexo dos avanços da Petrobras no programa de captura, uso e armazenamento geológico de gás carbônico – o Carbon Capture, Utilization and Storage (CCUS) – o maior da indústria em águas profundas. Esses são alguns dos destaques que a companhia apresentará na Offshore Technology Conference (OTC) 2022, principal evento mundial de petróleo e gás offshore, que acontece de 2 a 5/05, em Houston (EUA).

Pela primeira vez, um profissional brasileiro receberá o prêmio “OTC Emerging Leaders”, que será entregue ao engenheiro da Petrobras Gabriel Serrão Seabra. A premiação reconhece a capacidade de liderança de empregados do segmento de exploração e produção offshore, com até 10 anos de carreira. Com 32 anos de idade, Serrão atua no programa estratégico da Petrobras CÉOS que busca a excelência no desenvolvimento de modelos de reservatórios de petróleo. Com impulso da inteligência artificial e realidade aumentada, o programa é voltado para ampliar a incorporação de reservas, bem como reduzir riscos e custos.

No dia 3/05, às 9h (hora local), o gerente executivo de Estratégia da Petrobras, Eduardo Bordieri, fará a apresentação “The Campos Basin case: unlocking value from mature offshore Brazilian assets”, com foco sobre os investimentos programados pela Petrobras para a Bacia de Campos, reconhecida internacionalmente com dois prêmios OTC pelas tecnologias desenvolvidas para os campos de Marlim (1992) e Roncador (2001). Mesmo com mais de 40 anos de história e produção acumulada de mais de 14 bilhões de barris de óleo equivalente (boe), essa bacia se renova com a perspectiva de entrada de três novas plataformas e a interligação de mais de 100 novos poços nos próximos cinco anos. A projeção da companhia é acrescentar chegar a  900 mil boe na produção da área até 2026.
 
Transição Energética em foco

 
Ainda no dia 3/05, às 14h (hora local), Rafael Chaves irá participar do painel “Accelerating the Energy Transition: Highlighting Developments in Brazil and Argentina”. Sua fala destacará a relevância do petróleo e gás de baixo carbono para a redução de emissões, no contexto brasileiro de alta presença de renováveis na matriz energética do país. Também divulgará a extensa contribuição da Petrobras para conservação e restauração de florestas.

Também no dia 3/05, às 14h (hora local), os desafios para reduzir emissões operacionais de CO2 serão o tema do painel “Shifting to a low carbon offshore industry”, com participação do Diretor de Desenvolvimento da Produção da Petrobras, João Henrique Rittershaussen, além de executivos BP, Equinor, Schlumberger e IHSMarkit. Com moderação da gerente executiva de Mudança Climática da companhia, Viviana Coelho, a palestra destacará os resultados já alcançados pela Petrobras em descarbonização e as soluções tecnológicas que a companhia  vem implementando com o objetivo de intensificar ainda mais esse processo.

Em 4/05, às 9h (hora local), Bordieri participará da Bratecc Offshore Breakfast 2021, evento paralelo à OTC, com a palestra “Petrobras Perspectives on O&G Double Resilience”. Ele destacará a estratégia da empresa de focar em ativos localizados em águas profundas e ultraprofundas com dupla resiliência: tanto ambiental quanto econômica. Mostrará ainda a evolução da companhia na produção em águas profundas como reflexo de seu avanço tecnológico, além das expectativas e desafios para os próximos cinco anos.

A programação completa da Offshore Technology Conference (OTC) 2022 está disponível no site do evento: https://2022.otcnet.org/why-attend/schedule-of-events. O credenciamento de imprensa é realizado pela organização da conferência em https://2022.otcnet.org/press.

Fonte: Petrobrás